Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Solicitações de empréstimo para novos negócios crescem 18%

Levantamento da fintech Lendico mostra os principais motivos que levaram os brasileiros a solicitarem crédito

Por Robson Bonin Atualizado em 22 fev 2021, 12h44 - Publicado em 22 fev 2021, 15h29

O brasileiro é conhecido por ter uma veia naturalmente empreendedora, mas a pandemia certamente ampliou essa necessidade. Segundo levantamento da Lendico, fintech especializada em empréstimo pessoal online, as solicitações para investir em novos negócios cresceram 18% em janeiro deste ano quando comparadas ao mesmo período de 2020.

A tendência de maior procura nas solicitações de crédito para um novo negócio também aumentou 15% neste primeiro mês do ano frente a dezembro. No Amapá, estado que lidera em pedidos para empreender, 28% das solicitações foram feitas para investir em um novo negócio, seguido por Sergipe (27%) e Maranhão (26%).

Em janeiro, entre as principais justificativas para a solicitação de empréstimo apresentadas pelos brasileiros estão: pagamento de dívidas (38%), empreendedorismo (31%) e gastos com imóveis (14%), que envolvem reforma, compra de mobília, refinanciamento ou até mesmo a compra de uma casa.

“No último ano, as pessoas não só buscaram o crédito como alternativa para negócios já existentes, mas também para abrir novas empresas. Em janeiro de 2021, 31% dos empréstimos foram para empreender, sendo que 19% desse montante foram para investir exclusivamente em um novo negócio. Essa variação pode estar relacionada à perspectiva positiva de retomada da economia e o desejo dos brasileiros em começar um novo projeto após um ano tão desafiador”, explica Marcelo Ramalho, CEO da Lendico.

A Lendico é uma fintech de empréstimo pessoal que começou sua jornada em 2015. De lá para cá, mais de 600 milhões de reais já foram emprestados, impulsionando a vida de mais de 80.000 clientes.

Continua após a publicidade
Publicidade