Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Gabriel Mascarenhas (interino) Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sócrates na memória

Marcelo Crivella virou ministro da Pesca, mas deixou no Senado um projeto de lei que pretende obrigar clubes de futebol e de todos os demais esportes a fornecer assistência psicológica a seus atletas de maneira continuada. Para Crivella, “a ansiedade pode ser uma porta de entrada para as drogas e o álcool no meio esportivo, […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 09h21 - Publicado em 12 mar 2012, 15h19

Psicologia contra a ansiedade

Marcelo Crivella virou ministro da Pesca, mas deixou no Senado um projeto de lei que pretende obrigar clubes de futebol e de todos os demais esportes a fornecer assistência psicológica a seus atletas de maneira continuada.

Para Crivella, “a ansiedade pode ser uma porta de entrada para as drogas e o álcool no meio esportivo, principalmente entre os jovens atletas”. Diz Crivella:

– Um exemplo é o caso do jogador Sócrates, recentemente falecido, que admitiu sofrer de ansiedade no ambiente esportivo, razão pela qual se tornou dependente do álcool.

Crivella argumenta que a falta de assistência psicológica pode acarretar prejuízos não apenas ao atleta, mas também aos clubes, às famílias e às empresas patrocinadoras do esporte. O projeto tramita na Comissão de Assuntos Sociais.

Continua após a publicidade
Publicidade