Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Sobrinho’ de Pimentel usou influência do ‘tio’ na Apex para expandir negócios em Cuba

Cuba era mesmo um paraíso tropical para o governo do PT. O empresário Felipe Andrade, alvo da 7ª fase da operação Acrônimo, aproveitou sua proximidade com o então ministro Fernando Pimentel (ele é filho de uma prima da ex-mulher do governador), para usar a Apex e tentar ganhar dinheiro em Cuba. Em janeiro de 2013, […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h51 - Publicado em 14 set 2016, 11h38
Pimentel quer usar sigilo de jornalista para chegar a vazador

Família, família…

Cuba era mesmo um paraíso tropical para o governo do PT.

O empresário Felipe Andrade, alvo da 7ª fase da operação Acrônimo, aproveitou sua proximidade com o então ministro Fernando Pimentel (ele é filho de uma prima da ex-mulher do governador), para usar a Apex e tentar ganhar dinheiro em Cuba.

Em janeiro de 2013, se apresentando como sobrinho do então ministro, articulou o apoio da Apex para tentar expandir os negócios de uma empresa de móveis na ilha onde tantos recursos do BNDES foram despejados pelo governo Lula.

Continua após a publicidade
Publicidade