Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Siderúrgicas encerram ano sem decisão sobre imposto de importação

Técnicos da Fazenda, Desenvolvimento e Casa Civil concluíram nesta semana o estudo sobre o aumento do imposto de importação do aço. As recomendações foram enviadas a Dilma. A  expectativa de que uma decisão saísse ainda neste ano, contudo, foi frustrada, especialmente pela troca atribulada de Levy por Barbosa. A elevação da alíquota, que enfrenta forte oposição de setores consumidores  de aço, é considerada […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h46 - Publicado em 30 dez 2015, 13h32
Nervos de aço para enfrentar crise

Nervos de aço para enfrentar crise

Técnicos da Fazenda, Desenvolvimento e Casa Civil concluíram nesta semana o estudo sobre o aumento do imposto de importação do aço. As recomendações foram enviadas a Dilma. A  expectativa de que uma decisão saísse ainda neste ano, contudo, foi frustrada, especialmente pela troca atribulada de Levy por Barbosa.

A elevação da alíquota, que enfrenta forte oposição de setores consumidores  de aço, é considerada crucial pelas siderúrgicas, que alegam viver a maior crise da história. Hoje, 47 unidades de  produção estão paradas e, desde 2014, 21 786 funcionários foram demitidos. A previsão do Instituto Aço Brasil é de mais 7 400 demissões e fechamento de outras 24 unidades em seis meses.

Publicidade