Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Será que desencalha?

O governo de São Paulo tenta hoje vender novamente o Sikorsky S-76, ano 1983, num leilão. No final de junho, para aplacar a ira das ruas em pleno período de manifestações, Geraldo Alckmin anunciou que venderia o seu helicóptero oficial. Há um mês, foi posto à venda por 1 milhão de dólares num leilão. Nenhum […]

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 04h55 - Publicado em 28 nov 2013, 06h02
Liberando o secretariado

Nenhum lance por enquanto

O governo de São Paulo tenta hoje vender novamente o Sikorsky S-76, ano 1983, num leilão.

No final de junho, para aplacar a ira das ruas em pleno período de manifestações, Geraldo Alckmin anunciou que venderia o seu helicóptero oficial. Há um mês, foi posto à venda por 1 milhão de dólares num leilão. Nenhum lance foi dado.

Agora,  o governo baixou o lance inicial: 900 000 dólares. Mas o temor é que novamente não apareça qualquer interessado.

Continua após a publicidade

Se o leilão fracassar, Alckmin pensa em duas alternativas: doar o helicóptero para a Polícia ou fazer um novo leilão, diminuindo mais ainda o valor.

Publicidade