Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Senador pede explicações sobre campanhas publicitárias contra Covid-19

Requerimento foi dirigido ao ministro das Comunicações, Fábio Faria

Por Gustavo Maia Atualizado em 13 abr 2021, 13h18 - Publicado em 13 abr 2021, 16h29

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) protocolou um pedido de informações dirigido ao ministro das Comunicações, Fábio Faria, sobre as campanhas publicitárias desenvolvidas pela pasta contra a Covid-19. No requerimento apresentado no Senado, ele aponta que o governo federal se omitiu diante da gravidade da crise causada pela pandemia e selecionou de modo inadequado os enfoques da comunicação oficial.

O objetivo do parlamentar é saber quanto o governo investiu nas campanhas de prevenção e de vacinação e quanto gastou para defender a “retomada da economia” e o fim do isolamento social. “Esta análise se tornou ainda mais importante considerando os indícios de irregularidades e desvios de finalidade nestes gastos”, destaca o senador.

Contarato também pediu ao ministro do governo Bolsonaro que aponte se houve ação publicitária oficial com relação a medicamentos sem eficácia comprovada ou ao “tratamento/atendimento precoce”. O aplicativo “TrateCov”, lançado pelo Ministério da Saúde no começo do ano, é elencado como exemplo mais grave, por ter recomentado remédios inadequados à população.

Publicidade