Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Senador da cueca pede afastamento do mandato no Senado

Nesse caso, o suplente, que é seu filho, não será chamado para seu lugar

Por Evandro Éboli Atualizado em 20 out 2020, 09h55 - Publicado em 20 out 2020, 09h24

Como o Radar mostrou mais cedo, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) seguiu o conselho dos colegas e decidiu se licenciar do mandato por 90 dias.

Rodrigues, como se sabe, foi flagrado pela Polícia Federal com dinheiro escondido na cueca.

A assessoria de Rodrigues afirmou que sua decisão é “irrevogável, irretratável e sem salário por 90 dias”.

Nesse caso, o suplente, que é seu filho – Pedro Rodrigues – não será chamado.

O suplente só assume a vaga se o período de afastamento for superior a 120 dias.

Continua após a publicidade

Publicidade