Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Senado discute suspeita de manipulação no câmbio

O Banco Central, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e a AEB, que reúne os exportadores, estarão juntos na mesma mesa da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, na próxima terça-feira. Na pauta, um assunto explosivo que vem sendo investigado pelo órgão antitruste desde julho de forma sigilosa: a investigação de cartel que […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 00h15 - Publicado em 23 out 2015, 07h12
Cade: investigação sobre manipulação do câmbio

Cade: investigação sobre manipulação do câmbio

O Banco Central, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e a AEB, que reúne os exportadores, estarão juntos na mesma mesa da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, na próxima terça-feira.

Na pauta, um assunto explosivo que vem sendo investigado pelo órgão antitruste desde julho de forma sigilosa: a investigação de cartel que envolve 15 bancos estrangeiros e 30 pessoas por suspeita de manipulação da taxa de câmbio.

Nos Estados Unidos, a mesma fraude foi feita com o dólar, e culminou com um acordo no qual os bancos envolvidos pagaram US$ 5,6 bilhões, o equivalente a quase R$ 24 bilhões.

Não se tem ainda um número do tamanho da fraude, mas o Cade está convencido de que  a manipulação, ocorrida entre 2007 e 2013, é da casa de bilhões de reais. Os maiores perdedores foram os exportadores, pois a manobra teria mantido o real valorizado artificialmente abaixo de R$ 2 por um longo período.

As grandes empresas do comércio exterior estudam entrar com uma ação contra os bancos tão logo saia uma decisão do Cade.

 

Continua após a publicidade
Publicidade