Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Senado deve votar nesta quarta projeto da regularização fundiária

Até o momento, o texto recebeu 42 emendas que serão analisadas pelo relator da matéria, o senador Carlos Fávaro

Por Robson Bonin 28 abr 2021, 10h47

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) foi escolhido para ser o relator do Projeto de Lei que trata da regularização fundiária no Brasil (PL 510/2021). O texto-base vai à votação em plenário nesta quarta e foi elaborado pelo senador Irajá (PSD-TO). A proposta resgata diversos pontos da Medida Provisória 910/2019, que perdeu a validade ao não ser votada no prazo estabelecido pela legislação.

Até o momento, o texto recebeu 42 emendas que serão analisadas por Fávaro na elaboração do relatório. “Esta é sem dúvida uma grande missão, definir as novas regras da regularização fundiária, dar uma carta de alforria aos pequenos e médios produtores que hoje não possuem o direito de produzir com eficiência, porque estão fora do acesso ao crédito”, afirma Fávaro.

O projeto apresentado por Irajá unifica a legislação da regularização fundiária no país e modifica o marco temporal para se comprovar a ocupação, passando do ano de 2008 para 2012, regra válida para propriedades com no máximo 2.500 hectares. Segundo Irajá, o Brasil tem um passivo de 10,5 milhões de hectares à espera de regularização fundiária.

Publicidade