Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sem mudar lei, Torquato quer usar ‘armas do ministério’ para melhorar licitações

O ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Torquato Jardim, não vai propor alterações na lei e depender de votações no Congresso para tentar melhorar as licitações do governo. Segundo ele, a ideia é usar aquilo que o ministério oferece, em especial, as instruções normativas. Além de acrescentar novas exigências para impedir casos de cartelização como […]

Por Da Redação - Atualizado em 8 fev 2017, 16h26 - Publicado em 1 ago 2016, 08h05
Torquato

Torquato: otimizando o ministério

O ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Torquato Jardim, não vai propor alterações na lei e depender de votações no Congresso para tentar melhorar as licitações do governo.

Segundo ele, a ideia é usar aquilo que o ministério oferece, em especial, as instruções normativas.

Além de acrescentar novas exigências para impedir casos de cartelização como o visto na Lava-Jato, haverá uma atenção especial nas dispensas de licitação.

Publicidade

Para saber o que realmente se faz ou não necessário através da dispensa, o ministro pretende chamar especialistas e apertar o cerco no controle a este tipo de compra.

Por exemplo: em compras de medicamentos, além da pura economicidade, médicos serão ouvidos para discutir opções de produção e fornecimento.

Caso o cerco com instruções normativas não impeça a repetição de problemas, Torquato discutirá com Michel Temer a edição de um decreto para alterar regras nas licitações.

Publicidade