Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sem mudanças

No final de janeiro o Ibope foi às ruas para uma extensa pesquisa. Entre outras coisas, quis saber como andava o humor da população para a corrida presidencial. Como não registrou a pesquisa, ela não poderá ser divulgada, por força da lei eleitoral. Quem teve acesso ao resultado notou que entre novembro (data da última […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h23 - Publicado em 23 fev 2014, 07h07
aécio, dilma, campos

Rumo às urnas

No final de janeiro o Ibope foi às ruas para uma extensa pesquisa. Entre outras coisas, quis saber como andava o humor da população para a corrida presidencial.

Como não registrou a pesquisa, ela não poderá ser divulgada, por força da lei eleitoral. Quem teve acesso ao resultado notou que entre novembro (data da última pesquisa do Ibope tornada pública) e fins de janeiro nada se moveu no tabuleiro.

Em novembro, Dilma Rousseff tinha 43%, Aécio Neves, 14% e Eduardo Campos, 7%. Na pesquisa de agora ninguém se mexeu além da margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Continua após a publicidade
Publicidade