Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sem medo

O inconformismo de Vanessa Grazziotin com a declaração do cantor Falcão, que afirmou ter cumprimentado mais corruptos do que gente honesta em visita ao Congresso (Leia mais em: Dia de Falcão), virou piada entre os paramentares. Ontem, logo após a sessão da discórdia, em que a chamada PEC da Música foi aprovada em primeiro turno, […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 05h24 - Publicado em 12 set 2013, 19h29

Fazendo piada

O inconformismo de Vanessa Grazziotin com a declaração do cantor Falcão, que afirmou ter cumprimentado mais corruptos do que gente honesta em visita ao Congresso (Leia mais em: Dia de Falcão), virou piada entre os paramentares.

Ontem, logo após a sessão da discórdia, em que a chamada PEC da Música foi aprovada em primeiro turno, Álvaro Dias saiu do Plenário rindo, virou-se em direção aos jornalistas, esticou a mão e ironizou:

– Eu fui um dos que apertaram a mão do Falcão, mas podem me cumprimentar que eu sou da turma dos honestos.

Continua após a publicidade

Publicidade