Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sem cueca e constrangedor

Foi só André Vargas ser ejetado da vice-presidência da Câmara para o amigão dele, José Guimarães, sair em campanha para assumir o cargo, que acabou no colo de Arlindo Chinaglia. Mas Guimarães fez até vídeo. E que vídeo. Uma espécie de “entre atos do Guimarães” com longos 12 minutos de duração, sem absolutamente nada de […]

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 03h53 - Publicado em 9 Maio 2014, 20h19

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=J67bh5yfX2M?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&feature=youtu.be&w=425&h=344]

Foi só André Vargas ser ejetado da vice-presidência da Câmara para o amigão dele, José Guimarães, sair em campanha para assumir o cargo, que acabou no colo de Arlindo Chinaglia. Mas Guimarães fez até vídeo. E que vídeo.

Uma espécie de “entre atos do Guimarães” com longos 12 minutos de duração, sem absolutamente nada de relevante. Citações ao episódio do dinheiro na cueca, então, nem pensar.

Falta tanta substância que mais de um minuto é dedicado à festinha – daquelas típicas de empresas, na linha dos aniversariantes do mês – organizada por Guimarães na liderança do PT da Câmara para comemorar os 63 anos de Lula, no ano passado.

Continua após a publicidade

Há a cena clichê de Lula entregando o pedaço de bolo a Guimarães. Constrangedor. A pérola está no Youtube. Ganha uma viagem à Venezuela quem aguentar assistir até o final.

Publicidade