Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Seleção brasileira na telona

Se a seleção brasileira ainda luta para se encontrar em campo e apresentar um bom futebol, pelo menos no cinema as coisas parecem estar melhores. O Ministério da Cultura acaba de autorizar a produtora Filmes do Equador, de Luiz Carlos Barreto, o Barretão, a captar 3 milhões de reais para a produção de um longa […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 06h41 - Publicado em 12 mar 2013, 20h34

Esquentando para a Copa

Se a seleção brasileira ainda luta para se encontrar em campo e apresentar um bom futebol, pelo menos no cinema as coisas parecem estar melhores.

O Ministério da Cultura acaba de autorizar a produtora Filmes do Equador, de Luiz Carlos Barreto, o Barretão, a captar 3 milhões de reais para a produção de um longa metragem intitulado Seleção Brasileira de Futebol 100 Anos de Glórias.

Esse, aliás, não é o primeiro incentivo que a produtora consegue no ano. Com filmes como O Que é Isso Companheiro e O Quatrilho em seu currículo, a Equador conseguiu, em fevereiro,  outros 4,4 milhões de reais para produzir É Dando a Fé que Ela se Fortalece, filme sobre a Jornada Mundial da Juventude (Leia mais em Jornada em filme).

Continua após a publicidade
Publicidade