Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Se testar positivo, Bolsonaro seguirá trabalhando no isolamento

Passar o governo ao vice, Hamilton Mourão, por ora, não foi uma possibilidade cogitada

Por Robson Bonin - Atualizado em 7 jul 2020, 08h57 - Publicado em 7 jul 2020, 06h08

A notícia da possível contaminação de Jair Bolsonaro por coronavírus obrigou o Planalto a se reorganizar para continuar tocando os assuntos presidenciais em caso de confirmação do contágio. Os auxiliares de Bolsonaro sabem que um possível resultado positivo levará toda a crise da pandemia para dentro do gabinete presidencial.

As declarações de Bolsonaro minimizando a doença, as polêmicas envolvendo a cloroquina e outros lances do governo durante a crise ganharão novo fôlego durante o período de recuperação do presidente, o que preocupa os aliados que viam uma correção de rumos no comportamento de Bolsonaro no Planalto.

ASSINE VEJA

Governo Bolsonaro: Sinais de paz Leia nesta edição: a pacificação do Executivo nas relações com o Congresso e ao Supremo, os diferentes números da Covid-19 nos estados brasileiros e novas revelações sobre o caso Queiroz
Clique e Assine

Bolsonaro ficará isolado no Alvorada, trabalhando por celular. “Ele consegue tocar a agenda virtual. Vamos esperar”, diz um ministro. Passar o governo ao vice, Hamilton Mourão, por ora, não foi uma possibilidade cogitada.

Publicidade