Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Saúde diz a STF que sete estados podem ter apagão de seringas

Informação foi prestada pelo Ministério da Saúde ao ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal

Por Mariana Muniz Atualizado em 13 jan 2021, 19h51 - Publicado em 13 jan 2021, 19h41

Sete estados correm o risco de não ter estoque suficiente de seringas e agulhas para começar a vacinação contra a covid-19. É o que informa o Ministério da Saúde ao ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal.

Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco e Santa Catarina são listados pela pasta como tendo estoque insuficiente do material para a iniciar campanha de imunização “caso houvesse a disponibilidade de 30 milhões de doses”.

O Ministério da Saúde também apontou ao ministro que os estados têm aproximadamente 80 milhões de seringas e agulhas disponíveis. As informações atendem a uma determinação do ministro. 

A pasta de Eduardo Pazuello ressalta, contudo, que as vacinas dos diversos laboratórios irão chegar de forma gradual, e que não haveria necessidade imediata da totalidade das seringas e agulhas em um primeiro momento.

“Com os recentes acordos realizados, estima-se receber 10, 7 milhões de doses em janeiro deste ano e 9,3 milhões de doses em fevereiro”, diz o documento.

Continua após a publicidade
Publicidade