Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Romário ganha mais tempo para evitar leilão de bens na Justiça

Agora foi a vez de desembargador do TJRJ suspender penhora de R$ 8 milhões

Por Lucas Vettorazzo 6 jul 2021, 17h54

O senador Romário Faria (PL-RJ) ganhou mais tempo para tentar reverter a penhora da mansão que mora na Barra da Tijuca, uma lancha e dois carros que são atribuídas ao ex-jogador, mas que estão em nome de seus familiares. 

Os bens avaliados em 8 milhões de reais iriam a leilão na próxima quarta, mas, conforme mostrou o Radar, o STJ cancelou o certame na semana passada

Agora foi a vez de o TJRJ dar mais uma decisão favorável a ele na disputa, que envolve dívidas da época em que foi sócio de uma casa noturna no Rio nos anos 2000. 

Nesta terça, o desembargador da 14ª Câmara Cível do Rio, Cleber Ghelfenstein, suspendeu a execução dos bens e determinou que o leilão só seja realizado depois do julgamento do mérito de um recurso interposto pela defesa de Romário.

Continua após a publicidade
Publicidade