Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Romário diz que carnaval politizado faz parte do ‘momento atual’

Senador acredita que manifestações na avenida são naturais e refletem insatisfação da população

Por Mariana Muniz - Atualizado em 25 fev 2020, 01h20 - Publicado em 24 fev 2020, 23h47

Na Sapucaí para acompanhar os desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, o senador Romário (Podemos) disse ver como “naturais” as manifestações políticas desfiladas na Avenida.

“São reflexos desse momento que nós estamos vivendo, em que as pessoas estão insatisfeitas com suas escolhas e querem protestar contra o que acham que está errado”, disse o ex-jogador ao Radar no camarote da cervejaria Itaipava.

Para o senador, o sentimento de indignação da população brasileira tinha que, em algum momento, chegar ao carnaval – apesar das “polêmicas” desfiladas pelas escolas.

Sobre as eleições municipais deste ano, Romário, cujo partido faz parte da administração do prefeito do Rio, afirmou que o Podemos está “fechado” com Marcelo Crivella (Republicanos). E adiantou que, embora ainda não haja apoio formal do presidente Jair Bolsonaro a nenhuma candidatura para a prefeitura do Rio, “Crivella é quem mais está alinhado ao governo atual”.

Continua após a publicidade
Publicidade