Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Renan anuncia que CPI apontará investigados em breve; conheça alguns nomes

O relator da comissão disse querer demonstrar "a fase seguinte do aprofundamento" da investigação, que completou 45 dos 90 dias previstos nesta sexta-feira

Por Gustavo Maia 11 jun 2021, 11h12

No dia em que a CPI da Pandemia completa 45 dos 90 dias previstos, o relator Renan Calheiros anunciou durante a reunião desta sexta-feira que vai transformar em investigados pessoas que já prestaram depoimento na comissão como testemunhas.

“Nós estamos ultimando estudos para evoluirmos de fase na investigação. A partir de agora nós vamos, com relação a algumas pessoas que por aqui já passaram, tirá-las da condição de testemunhas e colocá-las, definitivamente, na condição de investigados, para com isso demonstrar a fase seguinte do aprofundamento da nossa investigação”, comunicou Calheiros, na sua fala inicial, há alguns minutos.

O relator não revelou nenhum nome, mas o Radar apurou que pelo menos quatro integrantes ou ex-integrantes do governo Jair Bolsonaro estarão nesta lista:

  • o general da ativa do Exército Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde e atual secretário de Estudos Estratégicos da Presidência
  • o embaixador Ernesto Araújo, ex-ministro das Relações Exteriores
  • o coronel da reserva do Exército Elcio Franco, ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde e atual assessor especial da Casa Civil
  • o publicitário Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação
Publicidade