Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Relator das fake news é contra plataforma excluir postagem identificada

Senador Angelo Coronel critica esses cortes e diz que "não são censores"

Por Evandro Éboli Atualizado em 8 jun 2020, 14h22 - Publicado em 8 jun 2020, 14h21

Relator da lei das fake news no Senado, Angelo Coronel (PSD-BA), tem sido alvo desses ataques, quase todos anônimos. O senador também preside a CPMI das Fake News.

Para Coronel, o problema não está em quem usa as redes mas se identifica. Em seu texto, o relator irá apresentar essa semana a vedação de que plataformas excluem postagens de pessoas que estejam identificadas. Até o presidente da República já foi atingido por essa medida.

O senador entende se tratar de uma “censura”. “Uma plataforma não tem o direito de tirar uma postagem identificada. Não pode atuar como censor. Só se pode excluir algo mediante uma ordem judicial. Quem classifica o que é verdade? O que é uma verdade para uma pessoas, pode ser uma mentira para outra. Já fui alvo de duros ataques, por meses. Muita pancada. E de gente no anonimato. Esse é o problema, descobrir quem são essas pessoas. Ninguém pode se esconder atrás de um perfil falso e tocar a ripa em outra, como fazem comigo. Virou terra de ninguém”, disse Angelo Coronel ao Radar.

Publicidade