Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Regina abraçou ‘retórica da morte’, diz ex-ministro da Cultura de Temer

Marcelo Calero lamentou postura da secretária de Cultura em entrevista

Por Mariana Muniz - Atualizado em 8 Maio 2020, 13h47 - Publicado em 8 Maio 2020, 13h18

Ex-ministro da Cultura do governo de Michel Temer, Marcelo Calero engrossou o coro dos que lamentaram a “desastrosa” entrevista de Regina Duarte na noite desta quinta-feira.

Hoje deputado federal, o antecessor de Regina à frente da Cultura lamentou que uma pessoa com a biografia da atriz, “que lutou pela volta da democracia no movimento ‘Diretas Já’ possa adaptar o seu discurso e sua história de vida a uma retórica de morte, que tanta dor tem trazido aos brasileiros”.

ASSINE VEJA

Quarentena em descompasso Falta de consenso entre as autoridades e comportamento de risco da população transforma o isolamento numa bagunça. Leia nesta edição
Clique e Assine

Calero também criticou a falta de informações apresentadas pela secretária a respeito das ações em favor da cultura brasileira no momento de pandemia. “A cultura é importante também pelos empregos que ela gera”, lembrou.

No início de março, ele e outros parlamentares se reuniram com a atriz  para defender a manutenção de incentivos ao cinema brasileiro que foi vetado pelo Planalto em dezembro. 

Continua após a publicidade
Publicidade