Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Colégio Positivo prevê expansão de 200 milhões para 2021

Foco da rede é investir em unidades voltadas à educação básica.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 18 dez 2020, 16h33 - Publicado em 19 dez 2020, 18h02

O setor de educação já vê indícios de retomada. Depois de injetar R$ 50 milhões em reformas das escolas para lidar com a pandemia, o Colégio Positivo se prepara para a expansão em 2021. Quer investir R$ 200 milhões em novas unidades.

Na quinta-feira, foi a vez de adquirir o Colégio Vila Olímpia, em Florianópolis (SC). Com ela, o Positivo passa a contar com 20 unidades de ensino, em sete cidades, que atendem, juntas, aproximadamente 15.000 alunos entre a educação infantil e o pré-vestibular.

O movimento é parte da estratégia do grupo, que optou por vender a Universidade Positivo para focar na educação básica.

Publicidade