Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Recorde negativo

Nos dez primeiros dias do mês, a geração energia de Itaipu registrou a menor média diária para um mês de junho desde 1994 (8 364 megawatts). Mesmo nos anos de apagão em 2001 e 2002 (quando operava com dezoito turbinas; hoje, operava com vinte), a geração média diária foi de 9 053 megawatts e 9 […]

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 03h41 - Publicado em 12 jun 2014, 09h28
Itaipu: tempos diíceis

Itaipu: tempos diíceis

Nos dez primeiros dias do mês, a geração energia de Itaipu registrou a menor média diária para um mês de junho desde 1994 (8 364 megawatts).

Mesmo nos anos de apagão em 2001 e 2002 (quando operava com dezoito turbinas; hoje, operava com vinte), a geração média diária foi de 9 053 megawatts e 9 465 megawatts, respectivamente.

Por causa disso, anteontem foi batido o recorde de disponibilidade de termelétricas de todos os tempos no Brasil: 18 292 megawatts.

Continua após a publicidade

Numa palavra, está faltando água não só para acionar as turbinas da segunda maior hidrelétrica do mundo, assim como das demais.

Publicidade