Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Receita agora vasculha direitos pagos pela Globo aos artistas por novelas

Recentemente, fisco notificou estrela das novelas a explicar as notas fiscais emitidas por pagamentos da Globo por nove produções

Por Robson Bonin Atualizado em 21 ago 2020, 09h48 - Publicado em 21 ago 2020, 07h04

A cruzada da Receita Federal sobre as finanças dos artistas da Globo chegou aos chamados “direitos conexos”, o dinheiro pago pela emissora ao elenco de uma determinada novela, sempre que ela é reprisada dentro ou fora do país.

Iniciada na esteira da guerra de Jair Bolsonaro contra a emissora, a ação do fisco busca encontrar irregularidades nas relações dos artistas com a Globo. O foco é a opção pelo contrato de pessoa jurídica, o famoso PJ, em vez do vínculo CLT. Para o Fisco, o arranjo ator-emissora configuraria fraude na “relação de emprego”.

Recentemente, outra estrela das novelas foi notificada a explicar as notas fiscais emitidas por pagamentos da Globo por nove produções:  A Lei do Amor, Em Família, Cheias de Charme, Da Cor do Pecado, Guerra dos Sexos, Passione, Sete Pecados, Verdades Secretas e Sai de Baixo.

ASSINE VEJA

Aborto: por que o Brasil está tão atrasado nesse debate Leia nesta edição: as discussões sobre o aborto no Brasil, os áudios inéditos da mulher de Queiroz e as novas revelações de Cabral
Clique e Assine
Publicidade