Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Raquel Dodge parte para cima de irmão de Geddel

PGR enxerga manobra de Lúcio Vieira Lima

Por Gabriel Mascarenhas 7 mar 2018, 06h21

Raquel Dodge resolveu expor ao Supremo Tribunal Federal uma convicção: Lúcio Vieira Lima, irmão de Geddel, está fazendo o possível para procrastinar o andamento da inquérito contra ele na corte.

A PGR pediu ao tribunal para nomear um advogado dativo para Lúcio.

Trata-se de uma medida adotada quando o investigado não exerce seu direito de defesa. Propositalmente ou não.

No caso de Lúcio, dada a letargia de seus advofados, Dodge está convencida de que se trata de uma manobra processual para tentar frear os trabalhos da Lava-Jato.

 

Continua após a publicidade
Publicidade