Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Queda de braço

A CCJ do Senado sabatina hoje o conselheiro do CNMP Luiz Moreira, que tenta ser reconduzido para o cargo. O evento seria usuall não estivesse no centro de uma disputa entre alas do PT ligadas a José Genoino contra o Ministério Público (MP) na figura de Roberto Gurgel. Moreira, no começo de sua atividade como […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h01 - Publicado em 29 ago 2012, 09h21

Sabatina de Moreira

A CCJ do Senado sabatina hoje o conselheiro do CNMP Luiz Moreira, que tenta ser reconduzido para o cargo.

O evento seria usuall não estivesse no centro de uma disputa entre alas do PT ligadas a José Genoino contra o Ministério Público (MP) na figura de Roberto Gurgel.

Moreira, no começo de sua atividade como Conselheiro, ficou alinhado a Gurgel. Mas, quando ele reforçou a denúncia contra seu amigo Genoino no mensalão, as coisas mudaram ao ponto de Moreira falar mal de Gurgel até mesmo em eventos públicos.

Para membros do MP, a rejeição de Moreira no Senado representará uma vitória de Gurgel. Já a recondução será vista pelos procuradores como uma vitória da turma do mensalão.

(Atualização, às 20h32: A CCJ aprovou hoje a recondução de Moreira por onze votos a nove. A votação apertada acabou por inviabilizar a análise da indicação em votação final no plenário do Senado nesta tarde. A matéria foi retirada de pauta e nem a base governista sabe como proceder no caso. A leitura é de que a indicação de Moreira seria rejeitada hoje se fosse votada no plenário. O amigo do Genoino está fritando.)

Continua após a publicidade
Publicidade