Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PSOL cobra ‘respostas urgentes’ sobre ação da PM contra equipe de VEJA

Partido questionou motivos que levaram à detenção de repórteres que investigam morte do miliciano Adriano da Nóbrega

Por Mariana Muniz - Atualizado em 14 fev 2020, 15h51 - Publicado em 14 fev 2020, 15h50

O partido PSOL cobrou “respostas urgentes” sobre a ação da Polícia da Bahia contra a equipe de VEJA nesta sexta-feira. O repórter Hugo Marques e o repórter fotográfico Cristiano Mariz foram detidos enquanto tentavam localizar o fazendeiro Leandro Abreu Guimarães, testemunha-chave para esclarecer as circunstâncias da morte do ex-capitão Adriano da Nóbrega.

“O que levou a Polícia da Bahia a deter dois jornalistas da Veja que investigavam as circunstâncias do assassinato do miliciano Adriano da Nóbrega? O livre exercício do jornalismo é um dos pilares da democracia. A quem interessa esconder os fatos?”, indagou o partido em seu perfil no Twitter. 

https://platform.twitter.com/widgets.js

Publicidade