Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PSL sugere punição a deputado envolvido em caso de violência doméstica

No fim de semana, a mulher do deputado Daniel Freitas registrou boletim de ocorrência em uma cidade próxima de Criciúma

Por Pedro Carvalho - Atualizado em 17 jan 2020, 15h30 - Publicado em 17 jan 2020, 14h30

O PSL aguarda os desdobramentos do caso de violência doméstica envolvendo o deputado Daniel Freitas (SC). No fim de semana, a mulher do parlamentar registrou boletim de ocorrência em uma cidade próxima de Criciúma.

O ex-partido do presidente Jair Bolsonaro não descarta a expulsão de Freitas, que nega a agressão. Por ora, a Executiva irá aguardar os desdobramentos das investigações.

Uma fonte de bom trânsito no partido, ouvida pela coluna, lembra o caso de Eduardo Fauzi, identificado como um dos homens que atacou a sede do Porta dos Fundos, no Rio de Janeiro.

“O partido tem sido implacável com atitudes contra a ordem pública e respeito a sociedade e a família. Vide o caso do porta dos fundos, o filiado foi expulso”, disse.

Publicidade