Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Protagonistas de documentário participam de curta durante Festival do Rio

O documentário conta a história de cinco mulheres egressas da extinta Cadeia Pública Feminina de Santos

Por Pedro Carvalho - Atualizado em 9 dez 2019, 11h49 - Publicado em 9 dez 2019, 11h25

Selecionado para a competição principal de longas documentais do Festival do Rio de 2019, o filme “Flores do Cárcere”, de Bárbara Cunha e Paulo Caldas, conta a história de cinco mulheres egressas da extinta Cadeia Pública Feminina de Santos – já retratadas no livro homônimo de Flavia Ribeiro de Castro.

Um novo curta metragem será feito ao longo da viagem de quatro das personagens principais para o Rio de Janeiro. Para algumas delas, essa será a primeira vez na cidade maravilhosa. Todo o roteiro carioca, que inclui a inauguração da tradicional árvore de natal da Lagoa, será registrado para um novo projeto sobre essas mulheres que lutam pela reinserção na sociedade e no mercado após anos de cárcere.

Publicidade