Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Promotor perde vaga às vésperas de assumir posto no Banco Mundial

Marcelo Zenkner havia sido escolhido para trabalhar na vice-presidência de Integridade da instituição, em Washington

O Brasil estava prestes a indicar um servidor para ocupar uma cadeira de prestígio no Banco Mundial.

Promotor no Espírito Santo, Marcelo Zenkner já havia sido escolhido para assumir um cargo na vice-presidência de Integridade da instituição, em Washington.

Rodrigo Janot, ainda no comando da PGR e como presidente do Conselho Nacional do Ministério Público, chegou a autorizar a ida de Zenkner para a capital americana.

A movimentação, porém, incomodou colegas dele no Espírito Santo. Essa turma recorreu ao CNMP e perdeu, mas não desistiu. Fez carga no próprio Janot, que, pressionado, decidiu revogar a própria decisão.

Resultado: o espaço que poderia estar ocupado por um brasileiro permanece vago, e o promotor passou a responder a  um procedimento disciplinar no MP-ES por não ter pedido autorização a seus superiores antes de participar do processo de seleção.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s