Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Procurado pela PF, chinês da 25 de março exibiu malas de dinheiro

Wu Yu Sheng operava para doleiros de Cabral

Por Ernesto Neves Atualizado em 3 Maio 2018, 21h05 - Publicado em 3 Maio 2018, 13h31

O MPF encontrou uma foto com mala de dinheiro no e-mail de um dos funcionários de Wu-Yu Sheng (ver foto abaixo). Em tom jocoso, o funcionário diz que “Acho que com essa malinha ai da pra passar uns dias ai neh hahahahhahahhaha”.

Reprodução/VEJA

Comerciante na Rua 25 de março, em São Paulo, o chinês é procurado pela Polícia Federal. Ele é acusado de obter dinheiro em espécie do comércio e enquentá-las para a empreiteira Odebrecht. O esquema tinha como objetivo de pagar propina a políticos.

Segundo o MPF,  Wu-Yu Sheng também era fornecedor de dólares para Juca Bala e Tony, operadores de Sérgio Cabral.

“Ainda conforme o levantamento efetuado pelo COAF acima reproduzido da conta bancária de WU Yu Sheng, durante o período de 08/05/2009 até 04/10/2013, os créditos totalizaram a quantia de R$ 1.039.695,00 e os débitos R$ 1.039.733,00, apesar de o investigado declarar uma renda de R$ 2.533,32”, escreveu o MPF.

Continua após a publicidade
Publicidade