Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Privatização de Congonhas e outros 15 aeroportos avança ainda em setembro

Ministro Tarcísio de Freitas anunciou que consultas públicas terão início na próxima semana; leilões estão previstos para acontecer em 2022

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 14 set 2021, 17h13 - Publicado em 14 set 2021, 17h07

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta terça que o governo deve lançar na próxima semana a consulta pública para a concessão à iniciativa privada de dezesseis aeroportos — incluindo o Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo.

O leilão está previsto para acontecer em 2022.

Tarcísio informou, ainda, que deverá ser feita uma rediscussão do contrato de concessão do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, que teria “problemas de equilíbrio financeiro”. A concessão do aeroporto internacional foi feita em 2013 por 19 bilhões de reais, e tem duração de 25 anos.

“O aeroporto do Galeão custou mais caro que o campo de Libra da Petrobras. Isso dava uma necessidade de pagamento de outorga de 1,2 bilhão de reais por ano, quando o aeroporto gera uma receita de 800 milhões de reais e tem uma margem de 400 milhões de reais”, explicou.

Continua após a publicidade
Publicidade