Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Como Moro, Glenn Greenwald terá forte esquema de segurança no Congresso

Jornalista do The Intercept fala à tarde na Comissão de Direitos Humanos da Casa

A presença do jornalista Glenn Greenwald na Câmara também será cercada de forte esquema de segurança e regras rígidas para entrada no plenário onde o jornalista do The Intercept será o centro de uma audiência pública.

A exemplo dos cuidados adotados com Sérgio Moro no Senado, na sessão da Câmara entrarão apenas funcionários designados e com crachá especial.

Nem mesmo o comando da Comissão de Direitos Humanos, onde Glenn irá falar, sabe onde ele estará hospedado. Nem voo e horário de chegada.

O Departamento de Polícia Legislativa cuida da estratégia.

Sobre o transcorrer da audiência, Glenn terá vinte minutos de fala inicial e cada um dos quatro autores, todos da oposição, três minutos cada. A cada cinco manifestações de parlamentares, ele terá dez minutos para responder.

As inscrições começam às 14:30hs e se encerram assim q o primeiro parlamentar começar a falar. Os autores do requerimento serão os primeiros a falar: Márcio Jerry, Camilo Capiberibe, Carlos Veras e Túlio Gadelha.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. antonio santos

    O que esse “jornalista” tem a falar na Comissão de Direitos Humanos? Ou essa comissão pretende colher subsídios para defesa dos “manos”dele?

    Curtir

  2. ORLANDO DE JESUS MOREIRA

    O estrangeiro, que é mais parceiro de Snowden, que de Miranda, quer fazer valer um plano adrede preparado contra Moro e a Lava Jato. O efeito conta gotas, com apoio covarde da FSP, vai levar o país à um conflito nas ruas jamais visto…

    Curtir