Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Premiação de literatura latina ressalta produção brasileira

Vencedores de 96 categorias serão conhecidos no dia 12 de setembro.

Por Manoel Schlindwein - Atualizado em 20 ago 2020, 14h55 - Publicado em 19 ago 2020, 18h32

Há brasileiros entre os finalistas da principal premiação que celebra a produção literária em espanhol e português nos Estados Unidos, a International Latino Book Awards.

Os três finalistas da categoria melhor livro de ficção em português são a paulistana Karina Manasseh, com a obra Entre Cabul e a Dança das Borboletas (Editora Edite), a brasiliense Sinélia Peixoto, com o livro Por que não eu, e o alagoano Daniel Barros com Canto Escuro (Editora Penalux).

“Muito feliz e surpresa com a notícia do prêmio. É um prazer ser finalista ao lado de tantas obras e autores maravilhosos selecionados pelos juízes do International Latino Awards”, contou a escritora Karina Manasseh.

Dentro dos prêmios da língua portuguesa figuram ainda os trabalhos A Última Onça do Cerrado e O Presente de Aniversário de Dylan, na categoria infantil, além da obra Amores Inéditos, de não-ficção.

A premiação reconhece anualmente os melhores trabalhos em português, espanhol e inglês desde 1997. A seleção deste ano contou com a avaliação de 214 jurados. Ao todo, 297 livros de autores de 18 nacionalidades figuram entre as 96 categorias do prêmio. A divulgação dos vencedores da 22ª edição do ILBA está marcada para o dia 12 de setembro, numa cerimônia on-line.

VEJA RECOMENDA | Conheça a lista dos livros mais vendidos da revista e nossas indicações especiais para você.
Continua após a publicidade
Publicidade