Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Prefeitura de Florianópolis vai contratar mulheres vítimas de violência

Decreto prevê que até 5% das vagas de terceirizados sejam preenchidas por mulheres vítimas de violência e vulneráveis

Por Mariana Muniz Atualizado em 9 dez 2020, 09h40 - Publicado em 11 ago 2020, 16h29

A prefeitura de Florianópolis publicou um decreto nesta segunda-feira que institui que até 5% das vagas de colaboradores terceirizados de sua administração sejam preenchidas por mulheres vítimas de violência ou em situação de vulnerabilidade social.

As empresas prestadoras de serviços continuados e terceirizados realizarão processo seletivo para a contratação das trabalhadoras mediante acesso a cadastro mantido por instituições públicas parceiras e encaminhamento da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Para evitar discriminação ou exposição no ambiente de trabalho, o decreto prevê que a identidade das mulheres contratadas pela cota deve ser mantida em sigilo.

Publicidade