Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Virgílio vai se aposentar caso não seja candidato à Presidência

Arthur Virgílio tenta atravessar nomeação de Alckmin como candidato do PSDB à Presidência. Tarefa é difícil

Por Pedro Carvalho 31 jan 2018, 09h50

Não fosse o prefeito de Manaus Arthur Virgílio, Geraldo Alckmin teria o caminho completamente livre para ser o nome do PSDB na disputa presidencial.

É verdade que o governador paulista deve ser o escolhido do partido de qualquer forma, mas Virgílio promete lutar até o fim pela prévias tucanas.

De qualquer forma, a única certeza do manauara é que ele se aposentará da política caso realmente se confirme a indicação de Alckmin — mas não do PSDB, ele promete continuar no partido.

Virgílio acredita que o governador está “fadado a perder outra eleição”.

 

Continua após a publicidade
Publicidade