Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Por um fio

A propósito da discussão do Código Florestal, a reunião marcada para esta manhã, no Senado, será uma espécie de “tiro de misericórdia” nas negociações, caso os parlamentares não consigam chegar a um acordo nos diferentes pontos polêmicos do texto — entre as quais a manutenção ou não dos rios não perenes no conceito de área […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h01 - Publicado em 29 ago 2012, 10h16

Última tentativa de acordo

A propósito da discussão do Código Florestal, a reunião marcada para esta manhã, no Senado, será uma espécie de “tiro de misericórdia” nas negociações, caso os parlamentares não consigam chegar a um acordo nos diferentes pontos polêmicos do texto — entre as quais a manutenção ou não dos rios não perenes no conceito de área de preservação permanente.

Se o conjunto de emendas ao texto não for votado nesta semana de esforço concentrado, a medida provisória do código, com validade até outubro, deverá caducar, pois não haverá mais prazo para sua apreciação no Congresso.

Publicidade