Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Por que Bolsonaro pode recuar na indicação de Eduardo a embaixador

Razões vão além do risco de derrota no Senado; diplomacia norte-americana ainda não digeriu seu nome

Por Evandro Éboli - Atualizado em 20 ago 2019, 13h52 - Publicado em 20 ago 2019, 13h51

O risco de uma derrota no Senado está longe de ser a principal razão de a indicação de Eduardo Bolsonaro ter subido no telhado, como manifestou hoje seu pai.

Há outra implicação: o nome de Eduardo não tem o apoio da diplomacia norte-americana, ainda que Trump tenha dado declaração favorável e o agréement tenha sido concedido.

O Departamento de Estado norte-americano tem resistências ao nome do “03”. Foi pego de surpresa, assim como Ernesto Araújo, que engoliu até porque sua própria indicação é debitada na conta de Eduardo.

Mas em Washington, a coisa é diferente. Há uma briga em curso da diplomacia com a administração Trump.  O corpo diplomático dos EUA avalia que o presidente está destruindo a diplomacia norte-americana e militarizando os principais postos e destinos.

Publicidade

Eduardo Bolsonaro, na visão do Departamento do Estado, não reúne as condições  para colocar a relação bilateral em outro nível. E o fato de ser filho de Bolsonaro, não produzirá os resultados que imaginam os dois presidentes. A resistência será grande, caso ele se torne embaixador, possibilidade que se desconstrói.

Até onde Eduardo pensa estar ajudando, pode estar, na verdade, atrapalhando.  Autoridades do Estado e da Defesa de lá avaliam que sua indicação como embaixador atravanca até mesmo a aprovação do acordo de uso da Base de Alcântara, que ele tenta aprovar a toque de caixa na Câmara. O timing para discutir isso, avaliam, foi equivocado.

Esse quadro foi analisado na semana passada por Eduardo Bolsonaro e integrantes do governo e de sua equipe. Abertamente, evitou-se falar em desistência, mas o caminho foi aberto.

 

Publicidade