Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Plano do governo para a EBC passa por programa de demissão incentivada

Consultoria deve ser contratada para elaborar o projeto de concessão da estatal

Por Robson Bonin Atualizado em 7 Maio 2021, 16h50 - Publicado em 10 Maio 2021, 08h30

Na semana passada, a equipe de Paulo Guedes, que toca o PPI na Economia, recebeu representantes sindicais dos jornalistas para discutir a situação do processo da EBC.

O governo de Jair Bolsonaro, como se sabe, não conseguiu privatizar a estatal, mas pretende estruturá-la para passar seu controle à iniciativa privada a partir de um modelo de concessão. Uma consultoria deve ser contratada pelo governo para elaborar esse projeto.

A equipe de Guedes apresentou aos sindicalistas dois possíveis caminhos para os empregados da EBC, a partir da concessão da emissora. “O primeiro é o de incluir no contrato de concessão que a empresa concessionária absorva os empregados da EBC sem poder demiti-los pelo período de 12 meses. O segundo cenário é a realização de um grande plano de demissão incentivada”, diz um comunicado interno sobre a reunião.

Segundo o governo, a possibilidade de reaproveitamento dos empregados em outros órgãos do serviço público está fora dos planos do PPI. Como os servidores da estatal são concursados, a concessão da emissora deve abrir uma batalha judicial e se arrastar para além do mandato do atual governo.

Continua após a publicidade
Publicidade