Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Placa é recolocada com nota da bancada negra que nem todos PMs matam

Foi preciso um acordo entre oposição e bancada da bala com Rodrigo Maia

Por Evandro Éboli - Atualizado em 20 nov 2019, 20h40 - Publicado em 20 nov 2019, 20h25

Um acordo entre deputados da oposição e da bancada da bala com Rodrigo Maia garantiu a recolocação da placa que exibe um policial militar executando um jovem negro, reinstalada na noite desta quarta.

Mas o painel, agora, veio acompanhado de uma “nota de rodapé”, uma mensagem que a bancada negra reconhece que não são todos os PMs que recorrem à violência e matam.

“A bancada negra sabe que essa charge não representa toda a corporação e respeita os policiais que não corroboram para essas estatísticas e trabalham em prol do povo brasileiro”, diz a nota conjunta.

O pequeno texto foi feito a seis mãos: Rodrigo Maia, Capitão Augusto (líder da bancada da bala) e David Miranda (um dos que esteve à frente da oposição pela manutenção do painel).

Publicidade