Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PF encontra relógio Louis Vuitton na casa de procurador preso

Ele recebia 50 000 reais por mês em propina

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 26 Maio 2017, 14h41 - Publicado em 26 Maio 2017, 05h59

O procurador Ângelo Goulart Vilella, comprado por Joesley Batista para passar informações privilegiadas do Ministério Público, nutria um apreço especial por adereços de alta categoria.

Durante a busca e apreensão feita na casa de Vilella, em Brasília, a Polícia Federal recolheu um carnê de pagamento da H.Stern e um relógio da marca Louis Vuitton, na caixa. Um luxo!

Esses acessórios da famosa marca francesa podem valer coisa de 20 000 reais, o que, convenhamos, não passa de um troco para quem embolsava uma mesada de 50 000 reais de propina.

Publicidade