Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PF deflagra segunda fase da Lava-Toga no Rio de Janeiro

Policiais federais cumprem 15 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária expedidos pelo STJ.

Por Manoel Schlindwein - Atualizado em 9 Apr 2020, 11h20 - Publicado em 9 Apr 2020, 11h03

A Polícia Federal iniciou hoje cedo a segunda fase da Operação Plantão. O objetivo é desbaratar uma organização criminosa suspeita de comercializar decisões judiciais com atuação dentro do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, beneficiando, entre outros, milicianos e investigados por crime de corrupção e tráfico de drogas.

Nesta manhã, 60 policiais federais cumprem 15 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária, expedidos pelo STJ, no Rio de Janeiro e em Santa Catarina.

A primeira fase da operação ocorreu em setembro de 2019, quando a PF encontrou indícios de tráfico de influência no TJ do Rio de Janeiro. À época, o desembargador Siro Darlan foi alvo das investigações por conta da suposta venda de sentenças no Fórum da capital fluminense.

Publicidade