Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PF deflagra megaoperação contra fraudes no auxílio emergencial

Em Minas Gerais, 200 policiais foram destacados para cumprir 66 mandados de busca e apreensão; há ações na Bahia, Tocantins e Paraíba

Por Robson Bonin Atualizado em 4 mar 2021, 16h34 - Publicado em 18 fev 2021, 08h22

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta a Operação Terceira Parcela, a maior já realizada pela corporação contra fraudes no pagamento de auxílio emergencial do Governo Federal.

Fraudes no auxílio emergencial

Nesta primeira etapa da investigação, são alvos os beneficiários de pagamento de contas com valores obtidos com o desvio de auxílios emergenciais. O objetivo da operação é desestruturar ações que causam prejuízo ao programa assistencial e, por consequência, atingem a parcela da população que necessita desses valores.

Em Minas Gerais, aproximadamente 200 policiais federais foram destacados para cumprir 66 mandados de busca e apreensão em Belo Horizonte e outros 38 municípios do estado. Também estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão na Bahia, no Tocantins e na Paraíba.

A ação é fruto do trabalho conjunto da PF, do MPF, do Ministério da Cidadania, Caixa, Receita Federal, CGU e TCU, que participam da “Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial“, que investiga organizações criminosas envolvidas nas fraudes.

Continua após a publicidade
Publicidade