Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pesquisa mostra o que trava 71% dos brasileiros na hora de investir

Dos ouvidos, 68% não pretendem começar a aplicar o seu dinheiro

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 20 jul 2021, 16h07 - Publicado em 20 jul 2021, 18h30

O mercado de investimentos pessoais ainda tem muito chão para percorrer no Brasil. Segundo pesquisa feita na semana passada com 10.095 usuários do site Reclame Aqui, 71,8% dos ouvidos disseram não ter o costume de investir o seu dinheiro. 

O motivo apontado pela maioria foi a falta de recursos, opção de 40,5% dos que disseram não ter o hábito de investir. 

Na sequência, o desinteresse pelo risco foi a segunda mais escolhida das quatro opções dadas pela pesquisa, com 33,3% das respostas entre os que não investem. 

A falta de conhecimento (17,1%) e o receio de perder dinheiro (9%) completam o hall de motivos que travam o brasileiro na hora de investir. 

A pesquisa mostrou ainda que das pessoas que atualmente não têm investimentos, 68% não pretendem tê-los no futuro. 

O levantamento do Reclame Aqui traçou também um perfil dos 28,2% dos entrevistados que disseram ter, sim, o hábito de investir. 

A maioria (41,7%) é de jovens entre 18 e 30 anos de idade, seguida da faixa entre 30 e 40 anos (22,3%) e dos que têm mais de 50 anos, com 18,1% dos ouvidos. A faixa etária com menos pessoas nessa condição é a entre 40 e 50 anos, com 17,9% das respostas. 

O motivo principal para os investimentos é a estabilidade financeira, apontada por 40% dos ouvidos. Realizar planos de educação, viagem, casa própria ou filhos ficou na penúltima posição da lista de preferências, com 9,5% das escolhas. Empreender no próprio negócio é a última opção dos investidores, segundo a pesquisa, com 7,7% das respostas dos entrevistados. 

Continua após a publicidade
Publicidade