Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Perguntou, ouviu

André Vargas quis ouvir da boca de Henrique Eduardo Alves o que seria do seu futuro político na Câmara. Mais especificamente, a dúvida era: caso renunciasse, se livraria do processo aberto no Conselho de Ética para investigar suas escusas relações com o doleiro Alberto Youssef? Vargas ligou para Henrique Alves na quinta-feira. Ouviu o que […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h00 - Publicado em 23 abr 2014, 12h02
Ameaça de renúncia

Alvo do Conselho de Ética

André Vargas quis ouvir da boca de Henrique Eduardo Alves o que seria do seu futuro político na Câmara. Mais especificamente, a dúvida era: caso renunciasse, se livraria do processo aberto no Conselho de Ética para investigar suas escusas relações com o doleiro Alberto Youssef?

Vargas ligou para Henrique Alves na quinta-feira. Ouviu o que Henrique Alves repetiu ontem à imprensa. Ou seja, agora já era. Com ou sem renúncia, o colegiado vai apurar as negociatas do petista e seu amigo Youssef.

Publicidade