Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Partido de Wilson Witzel crescerá na Alerj

Expectativa é que PSC se torne a segunda maior bancada, atrás apenas do PSL

Por Da Redação Atualizado em 29 jan 2019, 12h35 - Publicado em 29 jan 2019, 12h27

O PSC, partido do governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, vai ganhar um reforço e tanto já nos primeiros dias de trabalho da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Pelo menos quatro deputados eleitos irão migrar para a legenda, que elegeu apenas dois nas últimas eleições: Márcio Pacheco, que será o líder do governo, e Chiquinho da Mangueira, um dos 10 parlamentares presos na Operação Furna da Onça, em novembro de 2018.

Com a chegada dos novos deputados, egressos de legendas pequenas que não atingiram a cláusula de desempenho, aliados do governador afirmam que o partido reduzirá sua dependência em relação a bancada do PSL, maior da Casa, com 12 parlamentares. 

Aliás, até agora não se sabe se o PSL será aliado ou não do governo Witzel.

A eleição para a Presidência da Alerj será neste sábado (02).

Além da redução da PSL-dependência, a nova tropa de Witzel irá ajudar o governo a aprovar projetos de lei considerados espinhosos já no começo do ano legislativo, especialmente os relacionados à calamitosa situação fiscal do estado.

(por Leandro Resende)

Continua após a publicidade
Publicidade