Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Para que mais prazo?

As explicações, ou melhor, a falta delas, da defesa de Marcelo Odebrecht sobres as anotações que ele fez em seus oito celulares apreendidos reafirmaram o tom de confronto dos advogados em relação a Sergio Moro. A pedido de Odebrecht, Moro estendera o prazo para a entrega das explicações. A princípio, a data limite era 23 […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 00h50 - Publicado em 29 jul 2015, 09h26
Marcelo Odebrecht: mensagens cifradas

Defesa de Odebrecht ganhou prazo e atacou Moro

As explicações, ou melhor, a falta delas, da defesa de Marcelo Odebrecht sobres as anotações que ele fez em seus oito celulares apreendidos reafirmaram o tom de confronto dos advogados em relação a Sergio Moro.

A pedido de Odebrecht, Moro estendera o prazo para a entrega das explicações. A princípio, a data limite era 23 de julho; por fim, foi anteontem, 27.

Ao invés de usar o tempo extra para explicar de uma vez do que se tratam tantas siglas, cifras e outros mistérios, Dora Cavalcanti & Cia. optaram por escrever coisas deste tipo:

– A defesa não tem motivos para esclarecer palavras cujo pretenso sentido Vossa Excelência já arbitrou. Inútil falar para quem parece só fazer ouvidos de mercador.

A pergunta que fica disso tudo é: afinal, se era para deixar anotações sem explicação, por que Marcelo Odebrecht pediu mais prazo a Moro?

Continua após a publicidade
Publicidade