Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Para Dino, Bolsonaro perdeu capital político para lutar contra o vírus

Governador do Maranhão avalia, em conversas com interlocutores, que o presidente depende hoje de 'núcleo do bom senso' para governar

Por Mariana Muniz 6 abr 2020, 15h24

Ao avaliarem a crise do coronavírus que opõe Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, alguns governadores têm feito a leitura de que o presidente não tem no momento capital político para mudar a equipe que lidera o combate ao coronavírus.

Em conversas recentes, o governador do Maranhão, Flávio Dino, por exemplo, tem feito a avaliação de que Bolsonaro está completamente isolado. O que salva, diz o governador, é o ‘núcleo do bom senso’ que cerca o presidente, impedindo as suas loucuras – uma delas seria a demissão do ministro.

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira mostra que 51% dos entrevistados acham que Bolsonaro mais atrapalha do que ajuda no enfrentamento da pandemia de coronavírus contra 40% que pensam o contrário.

A mesma enquete revelou que a aprovação da forma como o Ministério da Saúde conduz o enfrentamento da pandemia do coronavírus disparou de 55% para 76%.

Continua após a publicidade
Publicidade