Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Para 62,5%, Bolsonaro sabia onde Queiroz estava escondido

Apenas 29,5% dos entrevistados pelo Paraná Pesquisas disseram acreditar em Frederick Wassef

Por Robson Bonin - Atualizado em 29 jun 2020, 10h04 - Publicado em 29 jun 2020, 06h05

Levantamento nacional realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra que 62,5% dos brasileiros não acreditam na versão apresentada pelo advogado Frederick Wassef – e sustentada na entrevista de capa da edição de VEJA que está nas bancas – de que Jair Bolsonaro não sabia do paradeiro de Fabrício Queiroz no recanto montanhoso de Atibaia.

Entre a segunda e a quinta-feira da semana passada, o instituto entrevistou por telefone 2.343 brasileiros nas 27 unidades da federação e fez a seguinte pergunta: “O presidente Jair Bolsonaro sabia ou não sabia que seu advogado escondia Fabrício Queiroz em sua casa?”.

ASSINE VEJA

Wassef: ‘Fiz para proteger o presidente’ Leia nesta edição: entrevista exclusiva com o advogado que escondeu Fabrício Queiroz, a estabilização no número de mortes por Covid-19 no Brasil e os novos caminhos para a educação
Clique e Assine

Para 62,5%, Bolsonaro sabia do paradeiro do ex-faz-tudo de Flávio Bolsonaro. Já 29,5% responderam acreditar que Bolsonaro não soubesse. Outros 8% não responderam.

Na edição de VEJA que estánas bancas, os editores Daniel Pereira e Sergio Ruiz Luz perguntam a Wassef se Bolsonaro sabia que Queiroz estava em Atibaia.

“Eu omiti isso do presidente. Eu omiti do Flávio por motivos que me reservo ao direito de não dizer agora. O presidente da República jamais teve conhecimento da autorização para que o Fabrício, caso quisesse, pudesse estar nessas propriedades”, disse Wassef.

Continua após a publicidade
Publicidade