Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Gabriel Mascarenhas (interino) Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pandemia leva empresas a organizar rodízio de funcionários e home office

Ideia é alternar os dias de trabalho presencial para manter distanciamento social entre os trabalhadores.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 1 jul 2020, 17h57 - Publicado em 1 jul 2020, 17h32

A maioria das empresas (76%) deve alternar os dias de trabalho presencial entre os funcionários como medida para garantir o distanciamento social no ambiente de trabalho. Já outras 74% estudam a possibilidade de teletrabalho por um período maior ou mesmo por prazo indeterminado.

O cenário faz parte de uma pesquisa realizada pela consultoria Mercer Marsh Benefícios e pela Mercer, especializada em carreiras e remuneração.

Ainda de acordo com o levantamento, mais de 60% das empresas instalará placas e marcadores para reforçar o distanciamento entre as pessoas, modificar layouts de ambientes comuns como cafés e refeitórios, e dos escritórios e áreas de produção.

A coleta e análise dos dados foi realizada de 4 a 12 de maio deste ano. Do total de participantes, 87% são do Sudeste, 8% estão no Sul, 3% no Centro-Oeste e 2% no Nordeste.

Continua após a publicidade
Publicidade